quinta, 18 de julho de 2024

Jogos Universitários de Medicina repercute de forma negativa em Ourinhos

Publicado em 25 abr 2022 - 12:34:24

           

Vídeo postado nas redes sociais no domingo mostra desordem deixada no Monstrinho e algazarra na ADPM

 

Marcília Estefani

 

Durante o final de semana, aconteceu no ginásio de esportes Monstrinho em Ourinhos, a VIII edição da Copa Caló, de jogos universitários de medicina. O campeonato gerou grande repercussão nas redes sociais devido à vídeos que mostraram grande desordem no local, além de possíveis avarias nas instalações prediais e a grande quantidade de embalagens de bebidas consumidas durante o evento.

Pelas redes sociais, moradores das imediações do Monstrinho reclamaram do barulho e baderna no local até altas horas. Os jogos tiveram início na quinta-feira, 21, e se encerraram no domingo, 24, quando os universitários deixaram Ourinhos rumo às suas cidades.

 

Sujeira deixada pelos universitários no ginásio de esportes de Ourinhos

 

A quadra da ADPM também foi utilizada para a realização de uma festa, tradicional durante o evento, que aconteceu na noite do sábado, 23, com grande queima de fogos de artifício dentro da quadra. O barulho ecoou por vários bairros da cidade e munícipes acharam até que fosse um tiroteio.

 

Na ADPM os estudantes soltaram fogos dentro da quadra

 

POLÊMICA – O Ginásio de Esportes Djalma Bahia foi cedido gratuitamente, através de acordo firmado entre o Secretário de Esportes e Lazer de Ourinhos e o Secretário Geral dos Jogos Universitários de Medicina, publicado no Diário Oficial no dia 18 de abril.

De acordo com Danilo Ferreira Lima, secretário de esportes ourinhense, foi acordado entre as partes, que após a realização do evento os usuários são responsáveis pela limpeza do local e por toda e qualquer despesa causada no ginásio.

“A limpeza é realizada após o término do evento e por conta deles, estamos ainda fazendo o levantamento no ginásio e até o momento tem uma porta de divisória quebrada no banheiro, e algumas lixeiras, mas não foi quebrada a mesa de tênis e na quadra não houve nenhuma avaria, está perfeita (…) o pessoal da faculdade chega ainda hoje, por volta das 14h00, para resolver isso (…) da nossa parte aqui no Monstrinho não teve nada de anormal, a sujeira, era algo esperado, o mais grave fica por conta do barulho, mas não houve depredação ”.

Quanto à queima de fogos na ADPM, é algo a parte. “Eles alugaram a ADPM para a festa, aí aquilo é outra situação, não cabe a nós da secretaria, aqui no Monstrinho não autorizei a queima de fogos”, esclarece Danilo Ferreira Lima, que afirma ainda que pelo lado comercial, um evento com o este sempre taz benefícios aos comerciantes da cidade.

 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.