sexta, 21 de junho de 2024

Laudo positivo de DNA confirma crimes do Estuprador da Moto Preta

Renata Tiburcio

Com exclusividade o delegado titular da DIG (Delegacia de Investigações Gerais de Ourinhos), Dr. João Ildes Beffa falou com nossa reportagem na data de ontem, (19/2) e apresentou o laudo positivo de DNA que prova que Helton Alexandre Martins da Silva é o “Estuprador da Moto Preta”.

Helton, fez várias vítimas, entre os anos (2012, 2013 ,2014 e 2015), mas, só foi preso pela DIG, no dia 22/4 do ano passado, após roubar e estuprar uma senhora.

Beffa na época afirmou para toda a imprensa que Helton era o “Estuprador da Moto Preta, diante das inúmeras provas e inclusive reconhecimento das vítimas através das vestes e aparência física, porém sem nenhuma prova de DNA.

E na data do dia 18/2, o delegado foi informado pelo IC (Instituto Criminalístico de São Paulo), que o exame de DNA de uma das vítimas do caso de estupro, estava pronto, ou seja, concluiu a Perícia que o autor desse estupro foi o Helton.

Ainda segundo Beffa, Helton continua negando todos os crimes de estupro, inclusive chegou a dizer que o delegado um dia iria ter que pedir desculpas, para ele, pois jamais teria uma prova concreta do estava sendo acusado, ou seja, estupro.

No decorrer da nossa entrevista nossa reportagem questionou o delegado o porquê de apenas este exame ter dado positivo.

Beffa esclareceu “de acordo com todas as vítimas que foram ouvidas, Helton na maioria das vezes não ejaculava, sendo assim, não foi possível encontrar esperma, por isso, não foi possível ter prova de material genético contra ele no momento da coleta, o que não exclui a autoria, diante de outras provas, como reconhecimento de pessoa, vestes que ele usava no dia, sapato, jaqueta e calça. Quanto a único exame até o momento der dado positivo, a própria vítima me falou no dia em que foi ouvida que Helton, não foi agressivo e não roubou nada dela, ele a tratou com carinho como se fosse namorado dela, ou seja, ele estava apaixonado pela vítima, uma vez que abordou de forma diferente da demais e também a conhecia porque passava na frente da sua casa diariamente”, Beffa.

Por fim, Helton permanece preso aguardando o julgamento.

Parabéns, a todos dos profissionais da DIG por esclarecer e colocar atrás das grades Helton que fez tantas vítimas não só em Ourinhos como na região.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.