terça, 21 de maio de 2024

Menos de 20% das mulheres fazem os exames ginecológicos em Ourinhos

A OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda que todas as mulheres, dos 25 aos 64 anos, façam anualmente o exame de citologia oncótica, popularmente conhecido como Exame Papanicolau. Esse exame é primordial para que o profissional médico possa elaborar seu diagnóstico e orientar a mulher quanto à necessidade ou não de outros exames ou procedimentos. Documentos recentes da OMS indicam que mesmo antes dos 25 anos, se a mulher já tiver vida sexual ativa, convém que ela procure o serviço de saúde para fazer o Papanicolau.

Em nossa cidade, porém, números da Secretaria Estadual de Saúde indicam que apenas 20% das mulheres na idade de 25 a 64 anos procuram o SUS para fazer o Papanicolau. Segundo o IBGE, existem aproximadamente 24.000 mulheres dentro dessa faixa etária, no entanto os relatórios municipais afirmam que os exames anuais de colpocitologia oncótica não passam de 5 mil. Essa realidade é extremamente preocupante, com mais mulheres entrando no mercado de trabalho e assumindo protagonismo em suas famílias, a tendência é que o cotidiano conturbado e o grande número de afazeres passe a ser um motivo a mais para que as mulheres não procurem o serviço de saúde para consultar um ginecologista. Além desse motivo, ainda temos o medo dos resultados e a vergonha como motivos que desestimulam as mulheres a fazerem os exames.

 

As consequências da baixa procura dos exames preventivos é muito cruel – os casos de câncer no colo do útero e câncer de mama têm crescido. Esses dois tipos de cânceres são tratáveis, mas sem um diagnóstico precoce eles acabam se tornando fatais.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.