sábado, 20 de abril de 2024

Pandemia completa 3 anos e Ourinhos ainda registra casos e óbitos

Chegada da vacina trouxe a expectativa de retomada da normalidade e representa um divisor de águas numa luta que ainda não acabou

 

Da redação 

 

Prestes a completar três anos de pandemia no Brasil, apesar de não causar mais colapso nas unidades de saúde, a covid-19 ainda faz vítimas. Ourinhos registrou no período de 6 a 12 de março, 81 novos casos e um óbito pela doença.
A vítima, uma mulher de 23 anos, moradora do Residencial Vandelena Moraes Freire, sofria com doença neurológica.

No momento, não há pacientes internados nos hospitais da cidade, segundo a Secretaria de Saúde, mas a cidade totaliza 603 óbitos, 36.016 curados e 36.735 casos registrados, desde o início da pandemia.

 

NO BRASIL – O primeiro caso de covid no Brasil surgiu em 26 de fevereiro de 2020 na cidade de São Paulo. No dia 20 de março de 2020, o Ministério da Saúde (MS) declarou o estado de transmissão comunitária em todo o território nacional. Desde então, foram confirmados 37.145.514 casos e 699.634 mortes.

 

O coronavirus trouxe mudanças de todo os sentidos para a população do Brasil e do mundo

 

Entre os impactos da pandemia, o sistema de saúde passou por uma crise sanitária em 2021, quando o país começou a registrar mortes em filas de espera por leitos e alertas para possíveis desabastecimentos de oxigênio e produtos de intubação. Na economia, interrompeu a recuperação de longo prazo e afetou diretamente o emprego e a renda da população. Por fim, prejudicou a educação de alunos em fase de alfabetização.

 

EM OURINHOS – No dia 2 de abril de 2020, foi confirmado em Ourinhos o primeiro caso de covid. Aos 76 anos, o Senhor Ivo Gozzo não imaginava que teria que enfrentar uma situação de Pandemia Mundial, e muito menos que seria a primeira vítima confirmada e a primeira também a obter a cura na cidade.

 

Sr Ivo e o infectologista Dr Éder Hideki, que se destacou em Ourinhos pelos excelentes trabalhos prestados no combate à covid

 

Ele começou a ter sintomas de gripe no dia 20 de março, e foi tratado em casa, até que teve uma piora e precisou de internação, ficando do dia 2 ao dia 10 de abril no Hospital da Unimed de Ourinhos. De acordo com familiares, o Senhor Ivo não precisou ir para UTI e nem de respirador para se recuperar.

 

Senhor Ivo Gozzo no dia de sua alta do Hospital Unimed junto com profissionais da saúde

VACINAÇÃO – Em 21 de janeiro de 2021, teve início no município a vacinação contra o coronavírus. Foram priorizados os trabalhadores da área da saúde, que estiveram durante todo o período na linha de frente em combate contra o vírus, e aos poucos foi atingindo uma grande maioria da população. A vacina trouxe a esperança e significa um divisor de águas na pandemia, numa luta que ainda não acabou.

 

Vacinação contra o coronavírus teve início com a imunização dos profissionais da área da saúde

 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.