quinta, 23 de maio de 2024

Novamente, moradora do Jd. Novo Horizonte perde tudo com as chuvas

Eduarda Schuh

A chuva da madrugada desta segunda-feira, 30, causou muitos estragos em Ourinhos. Os moradores do Jd. Novo Horizonte foram os que mais sofreram com a chuva na cidade, pois localizam-se em uma área muito perigosa, de topografia acidentada e principalmente, mal planejada.

Móveis, eletrodomésticos, objetos de uso pessoal e de trabalho; tudo arrasado pela água e pelo barro na residência de Cilene de Fátima Lopes da Silva, 49 anos, a dona da casa que mais foi atingida pela tempestade. A força da enxurrada foi tão forte que trouxe uma máquina de lavar roupas que estava no quintal para dentro da casa.

Cilene conta que seu marido, Edivaldo Alves da Silva, 50 anos, havia chegado de viagem ontem, após dois meses na estrada. E durante a noite, tiveram que sair às pressas, junto de sua filha Cíntia L. S., para a casa de sua mãe, pois acordaram com a chuva e o barro destruindo a sua casa.

O grande causador da destruição foi o desabamento de um terreno na rua de cima da casa de Cilene. O lote se mantinha separado da casa apenas por um muro. Pelo fato do bairro ter uma descaída acentuada, o nível do terreno ficava acima do telhado da casa de Cilene.

Com o aumento da enxurrada, houve o rompimento do muro que separava o terreno da casa, fazendo com que toda a terra do terreno viesse para baixo, cobrindo a casa da vítima. Toneladas de terra invadiram o quintal e os cômodos, sendo empurradas pela furiosa força da água.

A família contou que esta já é a segunda ocasião que sua casa sofre com esse mesmo problema. Não havia muito tempo que a casa havia sido reformada e que a família havia se recuperado da outra vez que perderam quase tudo que tinham.

A Prefeitura e a Defesa Civil compareceram com seus funcionários para ajudar na limpeza da casa. A população e os vizinhos também estão ajudando a família.

Outras medidas de amparo e recuperação ainda serão realizadas pela Defesa Civil em prol da família de Cilene.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.