terça, 23 de abril de 2024

O Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, Ourinhos-SP, se prepara para celebrar 65 anos de Paróquia

Por tantas pessoas contribuírem na construção deste local, desta história, é que as comemorações serão diversas durante o ano e a primeira já em abril

Juliana Neves – Coordenadora Pascom Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, Ourinhos-SP

 

O ano de 2023 é muito especial para o Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, Ourinhos-SP. É o ano de comemorar e celebrar os 65 anos de Paróquia. A data exata é dia 27 de abril, mas a comunidade já está em festa desde o ano passado, desde a Santa Missa do dia 12 de dezembro de 2022, dia de Nossa Senhora de Guadalupe, em que foi realizada a abertura das festas.

E a primeira grande festa será nos dias 29 e 30 de abril. Data da Festa Provincial da Congregação dos Oblatos de São José (OSJ). Comemoração anual em honra a São José Trabalhador, datado no dia 1 de maio. Isto é, significa que a festa será em Ourinhos para também honrar a história de 65 anos de Paróquia do Santuário.

Serão dias que todos os Oblatos, padres e irmãos, estarão presentes na pequena cidade do interior de São Paulo, para exaltar a existência da segunda casa mais velha da Congregação. Além dos leigos das Paróquias de algumas cidades que os OSJ’s estão presentes, aproximadamente serão 300 peregrinos, que ficarão hospedados em casas de paroquianos.

Portanto, em cada dia haverá uma programação diferenciada. “Estou muito feliz pela festa ser realizada em Ourinhos. Como pároco do Santuário, a minha alegria é imensurável em poder celebrar a data do nosso Santo Modelo e os 65 anos da Paróquia. Com certeza, serão dias inesquecíveis e que entrarão para a história do Santuário e da Congregação”, comenta o pároco padre Bennelson da Silva Barbosa.

Arte de divulgação da festa. Foto: Congregação OSJ.

Sendo assim, a programação do evento no dia 29 se inicia às 06h até às 08h para acolhida dos viajantes; 10h é o início da Feira de Artesanato; 11h a abertura oficial da Festa Provincial dentro do Santuário; 12h o almoço; 15h palestra com a Congregação OSJ; 16h lanche; 17h a Santa Missa com a presença de Dom Eduardo Vieira dos Santos, Bispo da Diocese de Ourinhos; 18h30 a apresentação do Coral do Colégio Santo Antônio; 19h30 o terço de São José; e 20h o jantar.

Já no domingo, dia 30, o dia se iniciará às 07h com café da manhã; 08h30 a oração da manhã; 09h30 a Santa Missa; 10h a feira de artesanato; 10h30 a apresentação sobre a história do Santuário e algumas surpresas; 11h30 o almoço; e 14h o término da festa.

Atividades, ações, orações, espiritualidade e fé não vão faltar em nenhum momento. Será um final de semana intenso, mas que, ao final, quem participará terá a certeza de que valeu a pena.

Oblatos de São José

A congregação dos Oblatos de São José chegou ao Brasil em 1919. O primeiro local de trabalho foi o litoral do Paraná, mais especificamente na cidade de Paranaguá. Após a Segunda Guerra Mundial, uma leva de missionários dos oblatos viajaram para o sudoeste  do estado de São Paulo.

A principal comarca era a cidade de Salto Grande e Campos Novos Paulista, no estado paulista. A presença das ferrovias em Ourinhos foi o que atraiu os olhares dos missionários. Assim, resolveram instalar o primeiro Seminário da Congregação dos Oblatos do Brasil e da América Latina.

Com a chegada dos novos padres, começaram a dedicar suas forças aos trabalhos para a Nossa Senhora de Guadalupe. Desta forma, o nome do Seminário carrega o título da Virgem Maria.

O início do seminário. O primeiro da Congregação no Brasil. Foto: arquivo pessoal Santuário Nossa
Senhora de Guadalupe.

Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe

No dia 2 de maio de 1954, foram dados os primeiros passos da Igreja com o lançamento da pedra fundamental por Dom Frei Henrique Gollard Trindade, Bispo de Botucatu. Os projetos seguiam em direção da construção da Igreja ao lado do Seminário. O motivo seria pela facilidade de realizar orações e celebrações para os pais e seminaristas Josefinos (quem faz parte dos Oblatos de São José), bem como para as famílias que moravam ao redor.

Naquele período, o município vivia o seu auge do crescimento. E só havia uma única Paróquia na cidade, a Matriz do Senhor Bom Jesus. O Bispo Dom Frei criou a segunda Paróquia e assinou a documentação no dia 12 de dezembro de 1957, dia da festa de Guadalupe.

O passado, os primeiros passos do Santuário. Foto: arquivo pessoal Santuário Nossa Senhora de
Guadalupe.

A instalação da Paróquia foi no dia 27 de abril de 1958 e foi realizada uma solenidade especial com a presença do Bispo, dos padres Oblatos e dos leigos em geral. Um dia festivo, intenso e celebrativo organizado pelo Provincial da congregação e o Padre Bernardino Baccolo, o primeiro Pároco (padre líder da igreja) da segunda Paróquia ourinhense.

O presente. Em breve, ainda haverá mudanças. Foto: Pascom Santuário Nossa Senhora de Guadalupe.

 

Em 2000, pela comemoração do Jubileu do nascimento de Jesus Cristo, o Bispo Dom Salvador Paruzzo, autoridade bispal da Diocese de Ourinhos de 1998 até 2021, atualmente é emérito, foi quem declarou a Paróquia como Santuário Nossa Senhora de Guadalupe no dia 10 de dezembro. A documentação foi divulgada para a comunidade em uma celebração da festa em honra à Guadalupe.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.