quarta, 21 de fevereiro de 2024

Ourinhense descobre técnica inédita que promete acabar com doenças degenerativas

Márcio Abreu é cientista, médico oftalmologista, radicado há vários anos nos Estados Unidos

Rose Pimentel Mader

O Dia Mundial da Doença de Alzheimer – 21 de setembro – de 2019 foi comemorado com uma notícia que promete revolucionar a Medicina. O ourinhense Márcio Abreu, médico oftalmologista e cientista, há vários anos radicado nos Estados Unidos, descobriu um tratamento inédito que promete acabar com doenças degenerativas como a doença de Alzheimer.
A nova técnica de Márcio Abreu, que ganhou destaque e foi notícia na imprensa internacional, é resultado de muitos anos de estudos e pesquisas do ourinhense, ex-aluno do Instituto Horácio Soares e pós-doutor pela Universidade de Harward, que acumula em seu currículo, como cientista e pesquisador, inúmeros trabalhos relevantes na área médica.
O novo tratamento pode eliminar um dos maiores medos da humanidade: o de envelhecer com algum tipo de doença degenerativa. O uso de uma nova tecnologia descoberta e liderada por Márcio Abreu promete não só impedir o avanço da doença, como também recuperar as funções perdidas.
Márcio Abreu está apresentando ao mundo, a cirurgia do futuro, sem anestesia, sem corte e sem dor; a mente do paciente é quem dita as regras. O tratamento é chamado de Indução de Proteínas de Choque Térmico. Com ele o cérebro do paciente é monitorado por uma espécie de capacete com antenas que capta o sinal cerebral e faz a entrega de calor. O paciente chega a ser exposto a uma temperatura de mais de 100 graus e para garantir a segurança e controle total das funções vitais, sensores são espalhados pelo corpo.
“A proteína de choque térmico, na verdade, é a molécula mais importante para a vida não só do ser humano, mas é a única molécula presente em todos os seres viventes”, explica Márcio Abreu. “Essas proteínas começam a diminuir ou mesmo perder as funções com o envelhecimento e o que nós conseguimos foi, pela primeira vez, fazer a indução dessa proteína no ser humano e com isso conseguimos tratar também essas doenças anteriormente não tratáveis”, afirmou Márcio Abreu.
O médico ourinhense comanda uma equipe de médicos do BTT Medical Institute que fica na cidade de Westport, em Connecticut (EUA). Este Instituto é especializado em ajudar as pessoas a proteger, preservar e prolongar a vida, por meio de Indução de proteínas de choque térmico para tratamento de doenças degenerativas como a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), doenças de Alzheimer e o Mal de Parkinson.
O médico Márcio Abreu e sua equipe conseguiram efeitos inéditos com este tratamento inovador que tem apresentado ótimos resultados em vários pacientes.
O ourinhense também já ganhou destaque mundial quando inventou o Termômetro do Futuro, aparelho que sem nenhuma ação invasiva consegue detectar doenças como o Câncer e suas metástases, com o monitoramento das ondas cerebrais apenas com sensores, colocados na cabeça dos pacientes.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.