sábado, 22 de junho de 2024

Ourinhos tem um dos menores Índices de Vulnerabilidade Juvenil à Violência

Da redação

Recentemente, foi publicado o relatório de Vulnerabilidade Juvenil à Violência – estudo encomendado pela Unesco e pela Secretaria-Geral da Presidência da República ao Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Mais uma vez, os números de Ourinhos são positivos. 

O município figura entre as cidades com mais de 100 mil habitantes com menor índice de vulnerabilidade Juvenil à violência do país. Ourinhos foi classificada com vulnerabilidade baixa. 

O índice de vulnerabilidade do município é de 0,274, colocando a cidade na posição 265 do ranking de 288 municípios avaliados. Lembrando que, a classificação vai do maior índice de vulnerabilidade à violência (1º) para o menor índice (288º). 

Sendo assim, Ourinhos está entre os 30 melhores municípios avaliados do país e os 20 melhores do estado de São Paulo. A Prefeita Belkis Fernandes lembrou que o município obteve ótimos números também no IDEB e na questão de mortalidade infantil. 

“A administração pública tem promovido ações para melhorar a qualidade de vida e a situação das crianças, jovens e adultos. O resultado está acontecendo, prova disto são os índices positivos alcançados recentemente pelo nosso município”, destacou Belkis. 

“Entre as ações especificamente para os jovens podemos destacar: Projovem Urbano, o Vila de Cultura, as atividades dos CRAS, o Time do Emprego e a parceria e instalação do SENAI para a inserção e qualificação no mercado de trabalho. Além dos projetos da pasta de Esportes para o desenvolvimento dos nossos jovens talentos”, acrescentou a prefeita. 

Ações do Governo Municipal para combater a violência contra Jovens – A Prefeitura de Ourinhos tem implantado diversas ações e programas sociais nos últimos anos, voltados para os jovens contribuindo assim para este bom resultado em nosso município.

Entre eles se destacam na Educação, o ProJovem Urbano. A Cultura conta com a Escola municipal de música e bailado, que atende centenas de pessoas entre crianças e adolescentes.

Já na Assistência Social são oferecidos serviços sócio-educativos feitos nos Centros de Referência de Assistência Social no contraturno escolar, com várias modalidades esportivas e culturais diferentes, atendendo a crianças e adolescentes dos bairros periféricos. 

No Esporte há projetos em núcleos esportivos e parceria com associações de moradores em várias modalidades esportivas, atendendo milhares de crianças e adolescentes.

Outro fator que também tem contribuído para alcançar este indíce é o trabalho preventivo da Polícia Militar e também a atuação da Polícia Civil. Assim como os programas sociais com jovens carentes, como por exemplo, o projeto da Guarda Mirim que forma centenas de jovens todos os anos, garantindo mais oportunidades de emprego.

O IVJ – Violência – O Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência (IVJ – Violência) é medido em uma escala que varia de 0 (melhor resultado possível) a 1 (pior resultado possível) e classifica em primeiro lugar as cidades mais vulneráveis a violência. Funciona como um ‘ranking inverso’, no qual a pontuação mais elevada representa maior vulnerabilidade do município. 

Os índices mapeados são: homicídios e acidentes de trânsito; frequência a escola e situação de emprego; pobreza no município; e desigualdade. 

O objetivo do relatório é gerar insumos e indicadores para a formulação e implementação de políticas públicas que levem em consideração a incorporação de estratégias de prevenção e enfrentamento das altas taxas de violência contra jovens observadas no país. 

Para mais informações sobre o relatório: http://juventude.gov.br/articles/participatorio/0009/3232/indice-vulnerabilidade-juvenil.pdf 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.