segunda, 27 de maio de 2024

Paciente da ADO envia carta ao governador de SP, Rodrigo Garcia, com apelo em favor da associação

Ainda inseguros e sem atendimento, usuários tentam de todas as formas que a situação da associação seja revertida

 

Marcília Estefani

 

Usuário da ADO – Associação dos diabéticos de Ourinhos, morador de Ourinhos, envia carta ao governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), após prefeito Lucas Pocay (PSD) encerrar atendimento da associação.

Na carta, paciente denuncia o prefeito e o secretário de Saúde, Donay Netto e pede providências, apontando ainda que o salário mensal dos dois (Lucas e Donay) ultrapassa os R$ 34 mil, mais que o valor que estava sendo repassado para a entidade atender cerca de 3 mil diabéticos. Confira:

“Boa tarde Governador, tenho muito apreço e respeito pelo senhor, já peço desculpas antecipada por estar incomodando e tomando seu tempo tão precioso, nós os diabéticos de Ourinhos estamos com um problema com o Prefeito Lucas Pocay e o secretário de saúde Donay Neto, pois temos Associação dos Diabéticos de Ourinhos – ADO, que fazia o atendimento aos diabéticos, sendo é referência na área, inclusive na Bomba de insulina ao qual somos usuários e ele (prefeito) não renovou o contrato, que a Prefeitura repassava verba do governo Federal para o atendimento médico, nutricionista, psicóloga e enfermeira, ficamos sem o ambulatório, e agora querem nos atender no Postão de Saúde Central, sendo que não tem nem, médicos endocrinologista, nutricionista , psicóloga e enfermeira especialista e todos treinados para atender os usuários da bomba, nem estrutura física tem, estamos desesperados, pois estão tentando convencer a equipe da ADO a passar para o Postao, por favor interfira nesse impasse, pois o Prefeito não tem competência para gerir a cidade e menos ainda a Saúde, contamos com sua atenção e carinho a nós diabéticos, Deus o abençoe!”

 

Em entrevista à TV Tem, o Secretário de Saúde Donay Neto informou que a partir desta quinta-feira, 9/6  a enfermeira chefe que fazia os agendamentos na ADO estará entrando em contato com os pacientes para um novo agendamento e que em 15 dias se reunirá novamente com a associação e pacientes para avaliar a transição.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.