sexta, 01 de março de 2024

“Perto de ser feliz”, neste sábado em Ourinhos

O Restaurante Bom Vivant abre suas portas, excepcionalmente na noite deste sábado, dia 16, para o show “Perto de ser feliz”, com um repertório autoral do violonista e compositor Toninho Breves. Na última quinta-feira, dia 14, “Perto de ser feliz” abriu a programação artística do VII Festival de Música da cidade de Assis. Serão apresentadas 16 das 22 músicas que Toninho Breves compôs com Luiz Carlos Seixas em um ano de parceria. “É uma experiência completamente diferente isso de tocar músicas e arranjos que ninguém ainda conhece”, diz Toninho com a bagagem de quem há mais de três décadas se apresenta na cidade e na região, mas sempre executando músicas já gravadas e do conhecimento do público.

No repertório, sambas, valsas, toadas que não escondem referências ou influências de nomes como Tom Jobim, Astor Piazzolla, Moacir Santos e João Bosco, entre outros. A música que empresta nome ao show, por exemplo, é um afro-samba na linha do que Baden Powell e Vinícius de Moraes faziam há exatamente 50 anos. “Baobá”, um batuque, foi composta para Muhammad Ali, seis meses antes da morte do boxeador. “Perto de ser feliz” terá Toninho Breves (violão) acompanhado de Vanessa Machado (voz), Fernando Nogueira (baixo acústico), Tico Proença (percussão), Hallyson Oliveira (guitarra), Edvanil Santos (trombone e flauta). O apoio cultural é da cachaça Engenho São Luiz, apontada por Marcelo Câmara, o papa das cachaças, como uma das poucas cachaças excepcionais produzidas no Brasil. Os convites para o show estão esgotados, informa o Restaurante Bom Vivant.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.