sexta, 24 de maio de 2024

Projeto de arquiteto ourinhense é selecionado em concurso internacional

Bernardo Fellipe Seixas

Apesar dos mais de 40 anos de experiência na área, o italiano-ourinhense Francesco Cattapan apresentou seu TFG (Trabalho Final de Graduação) no curso de Arquitetura e Urbanismo das FIO – Faculdades Integradas de Ourinhos no último mês de novembro. Aprovado, se formou Arquiteto, enfim, aos 62 anos de idade. Conquistou um diploma na área em que trabalha desde a adolescência.

Em fevereiro deste ano, Francesco inscreveu seu trabalho no “Concurso para Estudantes de Arquitetura da América Latina”, realizado pela Universidade de Morón, de Buenos Aires, capital argentina. Denominado “Plano de Ordenamento Urbano a partir da retirada dos trilhos do eixo ferroviário de Ourinhos”, o projeto de Francesco foi selecionado para a fase final do concurso, que recebeu inscrições de 95 Universidades da América Latina, Espanha, Portugal e Itália. O vencedor ganha passagem e estadia para a XV Bienal Internacional de Arquitetura de Buenos Aires, além de diploma de honra da Universidade.

O tema do projeto é o Contorno Ferroviário de Ourinhos, detalhado em mais de 60 páginas e dezenas de estudos técnicos, mapas e desenhos. “A retirada dos trilhos do trecho urbano é uma necessidade, pois eles segregam a cidade em três partes. Quando ocorrer a retirada, vai deixar um vazio onde hoje estão os trilhos. Meu projeto apresenta propostas para melhorar a mobilidade, unir os distritos industriais e criar ciclovias. Entre outras coisas, também visa melhorar o trânsito, com uma menor circulação de veículos, e criar polos de empregos nos bairros”, diz Francesco, que é natural de Pádova, Itália, e trabalha com a empresa ourinhense Delfim Verde Empreendimentos desde 1976.

 

 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.