segunda, 17 de junho de 2024

Projeto ‘Mulheres de Peito’ estará em Ourinhos com exames gratuitos até o dia 22 de junho 

Projeto, parceria entre FIDI e governo do Estado de São Paulo, é uma forma de levar exames de maneira acessível para todas as mulheres 

 

Gabriele Lauriano Silva

 

A carreta-móvel do programa Mulheres de Peito, iniciativa da Secretaria de Estado da Saúde em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem (FIDI), instituição privada sem fins lucrativos que faz a gestão completa de diagnósticos por imagem, é uma ação que visa promover cada vez mais saúde para as mulheres de maneira prática e acessível. 

A carreta chega na cidade de Ourinhos e permanece entre os dias 11 e 22 de junho, realizando gratuitamente mamografias para mulheres com mais de 35 anos. Localizada no Parque Olavo Ferreira de Sá (Recinto da FAPI), a carreta atende de segunda a sexta-feira, das 8h à 17h, e aos sábados, das 8h às 12h (exceto feriados), por meio da distribuição de senhas no período da manhã. Serão realizados 55 exames nos dias da semana e 25 aos sábados.

Entre os cuidados fundamentais que as mulheres devem ter, destaca-se a realização regular de exames como a mamografia, “que contribui para reduzir o risco de morte por câncer de mama, diagnosticando a doença antes mesmo da mulher notar alguma alteração. No entanto, fazer o exame não previne a doença, mas possibilita o descobrimento da doença. Assim, optar por fazer a mamografia além de ser indicado pelos especialistas é um autocuidado da mulher que salva vida”, explica Dra. Vivian Milani médica radiologista especialista em mama e conselheira da FIDI.

A carreta contribui com a agilidade do diagnóstico e garante o acesso facilitado a mulheres da cidade e região. Para realizar o exame na carreta do programa Mulheres de Peito, as pacientes de 35 a 49 anos e acima de 70 anos precisam apresentar RG, cartão do SUS e um pedido médico; já as de 50 a 69 anos podem levar apenas RG e cartão do SUS.

Considerando a Base de dados da FIDI, nos últimos 5 meses (janeiro a maio de 2024), foram realizadas, aproximadamente, 11.362 mamografias, que representa um crescimento de aproximadamente 5% de exames se comparado com o mesmo período de 2023.

A mamografia é um exame muito versátil e é indispensável para o diagnóstico precoce do câncer de mama. Se for detectada em fase inicial, aumenta as chances de tratamento e cura, podendo chegar a 98%. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), para cada ano do triênio 2023-2025 são estimados 73.610 novos casos da doença, sendo essa a primeira causa de morte por câncer em mulheres no Brasil ¹.

 

PROGRAMA MULHERES DE PEITO EM OURINHOS

Período:  11 a 22 de junho

Endereço: Parque Olavo Ferreira de Sá (Recinto da FAPI) – Avenida Jacinto Sá – Jardim São Domingos.

Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h à 17h, e aos sábados, das 8h às 12h (exceto feriados).  Distribuição de senhas de atendimento no período da manhã.

 

Documentos necessários

– Mulheres de 35 a 49 anos e acima de 70 anos: RG, cartão do SUS e pedido médico.

– Mulheres de 50 a 69 anos: RG e cartão do SUS.

 

SOBRE A CARRETA DA MAMOGRAFIA  – As imagens capturadas nos mamógrafos são encaminhadas para o Serviço Estadual de Diagnóstico por Imagem (SEDI), serviço da Secretaria que emite laudos à distância, localizado na capital paulista. O resultado sai em até dois dias após a realização do exame.

A carreta do programa Mulheres de Peito percorre os municípios do estado de São Paulo ininterruptamente, para incentivar mulheres a realizar exames de mamografia gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde), ampliando o acesso da população à atenção básica em saúde.

A unidade móvel conta com uma equipe multidisciplinar composta por técnicos em radiologia e um agente administrativo. Para agilizar o diagnóstico, cada veículo é equipado com conversor de imagens analógicas em digitais, impressoras, computadores e mobiliários.

O projeto existe desde 2014, e as carretas já percorreram mais de 300 locais. No total, já foram realizados cerca de 300 mil mamografias, 7 mil ultrassons, 700 biópsias, e mais de 3 mil mulheres foram encaminhadas.

 

SOBRE A FIDI  – Fundada em 1985 por médicos professores integrantes do Departamento de Diagnóstico por Imagem da Escola Paulista de Medicina – atual Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) –, a FIDI é uma Fundação privada sem fins lucrativos que reinveste 100% de seus recursos em assistência médica à população brasileira, por meio do desenvolvimento de soluções de diagnóstico por imagem, realização de atividades de ensino, pesquisa e extensão médico-científica, ações sociais e filantrópicas. Com mais de 2.100 colaboradores e um corpo técnico formado por mais de 500 médicos parceiros, a FIDI está presente em 83 unidades de saúde nos estados de São Paulo e Goiás. É a maior empresa especializada em diagnóstico por imagem do Brasil. Em 2023, foram 4,3 milhões de exames realizados – 7% de crescimento em relação à 2022 -, entre ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassonografia, mamografia, raios-X e densitometria óssea. Com soluções customizadas em diagnóstico por imagem, a FIDI oferece serviços de Telerradiologia, Gestão Completa, Consultoria, Serus Academy e Inteligência Artificial.

A Fundação também trabalha na proposição de soluções inovadoras para a saúde pública, como o sistema de análise de imagens de tomografia computadorizada por inteligência artificial, e participou da primeira Parceria Público-Privada de diagnóstico por imagem na Bahia. Por duas vezes, a FIDI recebeu o prêmio Referências da Saúde 2019 e 2020, na categoria Qualidade Assistencial, e por três vezes foi medalhista em desafios internacionais de aplicação de inteligência artificial no diagnóstico por imagem, propostos na conferência anual da Sociedade Norte-Americana de Radiologia, considerado o maior congresso do setor no mundo. Ao final de 2020, a Central de Laudos da FIDI obteve a certificação ISO 9001:2015 de Gestão da Qualidade e em 2023 renovou a certificação, pela International Organization for Standardization e, em 2021, recebeu o selo de “Excelente Empresa Para se Trabalhar” (GPTW).

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.