segunda, 15 de abril de 2024

Receita define data para entrega das declarações em 2023

Contribuintes terão entre março e maio para enviar os documentos preenchidos e prestar contas com o Leão

 

Da redação

A Receita Federal definiu o período de entrega das declarações do Imposto de Renda 2023. Segundo informações divulgadas nesta terça (14), os contribuintes terão que prestar contas com o Leão no período entre 15 de março e 31 de maio.
Tradicionalmente, a entrega da declaração do Imposto de Renda começa no início de março. Porém, segundo o órgão, essa alteração tem como objetivo permitir que os contribuintes contem com os benefícios da declaração pré-preenchida desde o início do prazo.
“Como a maioria das informações que serão disponibilizadas aos contribuintes pela declaração pré-preenchida chegarão à Receita Federal no final de fevereiro, há a necessidade de um prazo para consolidação dos dados. A pré-preenchida proporciona menos erros e maior comodidade ao contribuinte”, explicou o auditor fiscal José Carlos Fernandes da Fonseca, supervisor nacional do programa do Imposto de Renda, em comunicado à imprensa.
Documentos necessários:

De forma geral, a lista de documentos do Imposto de Renda contempla os seguintes dados:
• CPF
• Comprovante de residência
• Título de eleitor
• Número da conta e da agência bancária para o recebimento da restituição
• Informações dos dependentes e do companheiro (a), caso haja: Nome completo, CPF e data de nascimento.
Caso o contribuinte tenha feito a declaração em 2022, é necessário informar o número do documento.
Uma das exigências da Receita Federal é que os contribuintes informem o CPF de todos os dependentes, de qualquer idade. Caso o dependente não possua o documento, a solicitação desse cadastro deverá ser realizada nas agências dos Correios, do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal.
Além desses documentos básicos, o contribuinte precisará de informações pessoais, como os comprovantes de renda, que variam conforme cada caso (trabalhador CLT, MEI, aposentados e pensionistas).
Investimentos em renda variável, compra e venda de bens de valor como carros e imóveis e financiamentos também devem estar presentes na declaração do Imposto de Renda 2023.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.