terça, 18 de junho de 2024

Relembre algumas mudanças estruturais de Ourinhos em 2016

Renata Tibúrcio

            O ano de 2016, sem dúvida, será um ano difícil de esquecer, já que as consequências desta última administração ficarão marcadas na memória de muitos munícipes que sofreram com vários problemas de infraestrutura no município. Novos radares, mudança no sentido das ruas, instalação de semáforos, recapes e sinalizações são algumas das alterações que aconteceram no trânsito de Ourinhos. Uma das principais reclamações dos ourinhenses durante o ano foi a situação que chegou o asfalto de Ourinhos. Da zona norte a sul, dos bairros nobres a periferia, o asfalto danificado e sem recape, causou muita revolta aos moradores da cidade. A Avenida Hermínio Joaquim dos Remédios no CDHU, que dá acessos a vários bairros e que ficou em estado deplorável com tantos buracos, foi toda recapeada e recebeu pintura de solo. 

A rua Adolfo Galileu, próximo a escola ETEC que dá acesso ao 36T após ser destruída com a chuva que devastou parte da cidade de Ourinhos e ter muitos requerimentos protocolados na Câmara pedindo pela recuperação foi totalmente recapeada e sinalizada. Avenida Luiz Saldanha Rodrigues, uma das principais vias de acesso a cidade de Ourinhos, recebeu recape asfáltico e sinalização adequada para receber os visitantes. A instalação de radares fixos em alguns pontos da cidade, postos para controlar a velocidade de motoristas infratores, também causou bastante divergência de opiniões entre motoristas, que questionam a finalidade do aparelho. Na Avenida Altino Arantes quatro radares, dois de cada lado da avenida com velocidade permitida de 50km/h foram instalados. Na Avenida Domingos Camerlingo Caló foi instalado um radar que ajudou e muito o fluxo naquele trecho.

Outra Avenida que recebeu o radar fixo foi a Avenida Luiz Saldanha Rodrigues com velocidade permitida de 60km/h. Ainda há um radar móvel que é utilizado na mesma avenida, esse continua sendo o mais criticado pelos condutores devido à falta de sinalização necessária. A colocação de semáforos também aconteceu durante o ano com o propósito de evitar acidentes, reorganizar o trânsito e melhorar o fluxo de veículos em pontos estratégicos. A praça dos skatistas, por exemplo, além de receber uma rotatória, também ganhou um semáforo que agora faz com que os motoristas respeitem a saída de veículos de ambas as avenidas que se cruzam. Após inúmeros pedidos dos moradores da Vila São José, também foi instalado um semáforo nos cruzamentos das vias Cambará e Padre Rui Cândido da Silva a fim de evitar que os acidentes que eram frequentes naquela região continuassem acontecendo. Ao mesmo tempo que as críticas são frequentes, é preciso se levar em conta também as melhorias que foram feitas que acompanham o crescimento da cidade.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.