sexta, 19 de abril de 2024

Rodovias da região de Ourinhos continua com pontos de bloqueio em protestos de grupos pró Bolsonaro

Por volta das 10h30 da manhã, a Polícia Rodoviária informou que o fluxo de veículos foi liberado em uma das faixas em Assis e Ourinhos

 

Marcília Estefani

 

Assim como em muitas outras regiões do Brasil, rodovias da região de Ourinhos também apresentam manifestações com bloqueios em protesto contra a derrota do presidente Jair Bolsonaro (PL) no domingo, 30/10, durante o 2º Turno das Eleições 2022.

As manifestações começaram na tarde de segunda-feira, 31/10, quando os manifestantes pró-Bolsonaro chegaram a queimar pneus e galhos para bloquear trechos das rodovias em várias cidades.

 

 

Até o momento, cerca de 22 estados têm algum tipo de manifestação pelas rodovias, que em sua maioria apresentam interdições realizadas por caminhoneiros.

Em alguns trechos, os bloqueios são totais, em outros parciais, com ao menos uma via liberada ara garantir o direito de todos de ir e vir.

Na tarde da segunda-feira, trecho da SP 225, próximo do Posto Kafé em Santa Cruz, já nas imediações de Ourinhos, esteve interditado mas a Polícia Rodoviária conseguiu dispersar os manifestantes, após uma grande fila de veículos se formar na rodovia, em ambos os sentidos.

 

 

A Justiça Federal determinou, no final da tarde da segunda-feira, 31/10, que as forças policiais liberassem as rodovias em quatro estados: Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul. Hoje a determinação se estende para todos os locais de protestos.

Porém, na manhã desta terça-feira, 1º/11, o movimento recebeu novos adeptos e novos pontos de interdição.

 

OURINHOS – Logo pela manhã a Rodovia Raposo Tavares esteve com trânsito interrompido em Ourinhos. Pneus na pista impediam a passagem de veículos próximo ao Distrito Industrial II, em frente à empresa Zanuto. O acesso à cidade de Piraju também foi obstruído.

 

 

ASSIS – Na região de Assis, apoiadores do presidente Bolsonaro chegaram ao Km 447 da SP 270 (Raposo Tavares), por volta das 6h00 e interditaram as duas faixas da rodovia, no trecho de frente ao posto Marajó. A fila de veículos chegou a alcançar a Avenida Getúlio Vargas, dentro da cidade. No local os manifestantes só permitiam a passagem de ônibus e ambulâncias. A SP 284 – Rodovia Prefeito José Gagliardi, km 499, Quatá também foi interditada, porém, parcialmente.

 

MARÍLIA – Em Marília as interdições tiveram início também no final da tarde da segunda-feira. Na manhã desta terça a SP 333, KM 322, defronte ao Posto Gigantão apresentou interdição parcial; a SP 294, Comandante João Ribeiro de Barros, Km 523,também foi parcialmente interditada, com queima de pneus;

Na SP 425 Assis Chateaubriand Km 374 – Parapuã – a interdição foi parcial, passando veículos leves, perecíveis e emergência; SP 457 Rodovia Brigadeiro Eduardo Gomes, Km 57 Bastos, somente manifestação sem interdição.

 

INFORMAÇÕES ATUALIZADAS DA REGIÃO DE OURINHOS – Por volta das 10h30 da manhã, a Polícia Rodoviária informou que o fluxo de veículos foi liberado em uma das faixas em Assis e Ourinhos. A Tenente Ângela esteve no local com equipes da Polícia Rodoviária, para garantir a tranquilidade da manifestação e o direito de todos, tanto dos manifestantes, de legitimarem seus protestos, quanto o direito de ir e vir de todos que utilizam a rodovia.

 

PreviousNext

 

 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.