terça, 23 de abril de 2024

Secretário Caio Lima divulga ‘Nota de Repúdio” sobre pesquisa fraudulenta

A pesquisa falsa está sendo divulgada em grupos de whatsapp e envolve o Instituto Paraná Pesquisas, que também desmentiu sua participação

 

Marcília Estefani

 

Na tarde desta terça-feira, 12 de setembro, o Secretário de Governo Caio Lima publicou uma ‘Nota de Repúdio” a respeito de uma pesquisa eleitoral falsa veiculada pelas redes sociais, envolvendo seu nome e o Instituto de Pesquisas Paraná Pesquisas.

 

 

A pesquisa reúne possíveis pré-candidatos à prefeitura de Ourinhos e aponta Caio Lima como o favorito com 37% de intenções de votos. O Secretário de Governo nega veementemente ter feito a pesquisa que ele acredita ter o intuito de desacreditar e queimar sua reputação’.

 

 

O diretor da empresa citada como sendo a responsável pela realização da pesquisa, Murilo Hidalgo, afirmou também pelas redes sociais que a pesquisa é falsa, é ‘fake’. “Em momento algum este ano o Instituto Paraná Pesquisa realizou qualquer pesquisa eleitoral no município de Ourinhos (…) a pesquisa que está circulando é falsa, é fake, não acredite, também pedimos que as autoridades tomem providências, pois se uma pessoa monta, forja uma pesquisa, imagina o que essa pessoa vai fazer com o povo de Ourinhos, esta pesquisa é mentirosa”.

 

 

 

Em sua nota de repúdio, Caio Lima diz o seguinte:

 “É com grande preocupação que recebemos a divulgação de uma pesquisa como se tivesse sido feita por um Instituto que não realizou trabalho em Ourinhos.

 Utilizaram o meu nome com o intuito de desacreditar e queimar a minha reputação, utilizando de dados falsos e uma estratégia que visa apenas desgastar a minha imagem.

 A disseminação de criarem ações com informações falsas para questionar a legalidade e seriedade de um possível candidato ou grupo político, vão contra os princípios democráticos que devemos proteger e fortalecer.

 Repudiamos veementemente qualquer tentativa de manipular a opinião pública com informações falsas e apelamos para que todos os envolvidos atuem com ética e responsabilidade.

 Nossa democracia merece um debate público justo e transparente. Vamos continuar trabalhando para garantir que esse processo seja respeitado e que a verdade prevaleça.”

 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.