quinta, 18 de julho de 2024

Um ano sem o “Mano Veio” como era carinhosamente tratado Carlinhos do Sindicato

Publicado em 07 jul 2022 - 15:06:49

           

Carlinhos é uma das vítimas da Covid-19 que faleceu em um dos piores momentos da pandemia em Ourinhos

 

Marcília Estefani

 

Há exatamente um ano, o vereador Carlos Alberto Costa Prado, conhecido como Carlinhos do Sindicato, ou carinhosamente “Mano Veio” deixou sua missão na terra e foi morar no céu, vítima da Covid-19, assim como tantas outras figuras populares e queridas da nossa cidade.

Natural de Ourinhos, Carlinhos nasceu em 26 de março de 1962. Estava em seu terceiro mandato como vereador, sendo o primeiro entre os anos 2009 e 2012, o segundo 2017-2020 e em janeiro desse ano tomou posse, após ser reeleito com 969 votos.

 

 

Era Presidente do Sindicato dos Frentistas de Bauru e Região – Subsede Ourinhos. Deixa a esposa Cleusa e as filhas Carla e Sabrina.

Em sinal de respeito e luto, o Presidente da Câmara Santiago determinou que as bandeiras fossem hasteadas a meio mastro e que o prédio do Poder Legislativo ficasse com iluminação especial, transparecendo toda a tristeza pela perda do amigo e companheiro de jornada.

Mano Veio foi sepultado no dia 8 de julho, após ser velado no Plenário da Câmara Municipal. Ele faleceu cerca de três meses após seu irmão, Robson Aparecido Costa Prado, 51 anos, vitima da mesma doença.

Em sua homenagem, o Plenário do edifício da Câmara Municipal de Ourinhos hoje leva o nome de “Plenário Vereador Carlos Alberto Costa Prado “Carlinhos do Sindicato”, onde foi instalada uma placa comemorativa.

Também a Guarda Municipal de Ourinhos leva o nome do vereador, autor do projeto que deu início à discussão sobre a implantação da GCM e defendeu a causa junto na Casa de Leis.

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.