fbpx

sexta, 24 de junho de 2022

Observatório Social: entidade que luta por uma cidade mais justa e sem corrupção

A transparência é o princípio primordial

 

Juliana Neves – Especial para o Jornal Negocião

 

Já pensou em ter um espaço na sua cidade que pense e trabalhe pelo exercício da cidadania? Em Ourinhos, tem: é o Observatório Social.

Um espaço democrático, apartidário e que reúne o número possível de entidades representativas da sociedade civil.

 

NO BRASIL – O Observatório existe no Brasil desde 2006, nasceu em Maringá-PR e hoje está em mais de 150 municípios

 

EM OURINHOS – Já nas terras ourinhenses, tudo começou no dia 18 de janeiro de 2016 com a intenção de melhorar a cidade. Ou seja, o grande objetivo é contribuir para uma melhor gestão pública e evitar desperdícios em compras com o uso de licitações.

“O Observatório Social do Brasil – Ourinhos atua em diversas áreas, como: a educação fiscal, demonstrando a importância social e econômica dos tributos e a necessidade de o cidadão acompanhar a aplicação dos recursos públicos gerados pelos impostos”, explica José Hernani Corrêa de Moraes, presidente da unidade ourinhense.

 

PARCERIAS – Uma entidade que crava uma luta diária na cidade e, por isso, a maior dificuldade é conseguir novos mantenedores e sócios, as pessoas que realmente acreditam e investem no trabalho do Observatório. É uma Organização Não Governamental (ONG) que necessita de parcerias para que o trabalho se mantenha firme e forte.

 

ECONOMIA PARA O MUNICÍPIO – Mas tudo tem o lado bom, não é mesmo? A ONG já ajudou o município a economizar mais de R$ 6 milhões com acompanhamento intenso de licitações. E, de fato, o público prestigia o trabalho do Observatório. Tudo que é feito é divulgado, a transparência é primordial para toda a equipe de voluntários.

“O Observatório vem construindo sua história a cada dia para deixar como legado cidadãos conscientes e com cidadania, pois a ONG demostra que é necessário agir quando ver algo de errado e não somente observar. Nosso lema é “Indignar-se é importante, atitude é fundamental”, relata o presidente.

Em resumo, o Observatório busca pela transparência e qualidade na aplicação dos recursos públicos. A metodologia é de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital até a entrega do produto ou serviço contratado por licitação.

 

CAMPANHAS EDUCACIONAIS – Também são realizadas campanhas em escolas e pelas ruas da cidade para conscientizar a população ourinhense. Inclusive, já foi feito um concurso de redação, uma ação com nome de multa moral com os pedestres, teste de honestidade e tantas outras atividades.

Em uma rápida avaliação de todo o trabalho do Observatório, o presidente foi assertivo em sua resposta. “Fomos muito atuantes na sociedade desde o início em Ourinhos. Estivemos prejudicados nos dois últimos anos por causa da pandemia. Sempre tivemos muito respeito e admiração de todos por sermos aliados do Ministério Público, OAB, Tribunal de Contas, Procuradorias e outros órgãos. […] Atualmente, estamos preparando um Curso de Capacitação aos empresários da cidade para incentivar a participar das licitações. O objetivo será fazer com que a prefeitura venda mais às empresas da cidade e, assim, os recursos municipais fiquem em Ourinhos”, conta Hernani.

 

Por fim, a expectativa para o futuro é de concretizar o sonho de Ourinhos ser uma cidade livre da corrupção. É para isso que o Observatório Social está presente no município.

 

ONDE ESTAMOS: O Observatório Social de Ourinhos está localizado à Rua Antônio Carlos Mori, 504, sala 7 (ao lado do Banco do Brasil) em Ourinhos.

Se você se interessou e deseja ser um voluntário, visite nosso site: https://ourinhos.osbrasil.org.br/

Acompanhe nas mídias sociais por @osbourinhos.

Fone/WhatsApp para maiores informações: (14) 99709-3092.

Apresentação dos trabalhos do Observatório na Associação Comercial de Ourinhos

 

Encontro Anual dos Observatórios em 2017 em Curitiba

 

Diretores e voluntários do Observatório acompanham semanalmente as sessões na Câmara Municipal

 

Sede atual do Observatório Social, ao lado do Banco do Brasil, em cima da Motocross

 

Hernani Corrêa, atual presidente do Observatório e Bianca Morais, coordenadora

 

Comemoração do aniversário de 1 ano do Observatório em 2017

 

Bolo de Aniversário de 1 ano

 

Ana Claudia Dafara, a primeira coordenadora do Observatório em apresentação da entidade em Cornélio Procópio

 

Observatório apoiando manifestação pró democracia na Praça Mello Peixoto

 

Émerson Cavalcante, o primeiro presidente do Observatório e Ana Cláudia recebem da Duke Energy a doação de dois notebooks ao Observatório

Encontro Anual dos Observatórios em Curitiba em 2016

© 1990 - 2021 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.