domingo, 14 de abril de 2024

Dois homens são presos em Santa Cruz após roubo em estabelecimento comercial

Um dos criminosos foi reconhecido como sendo um antigo funcionários do comércio

 

Da redação

 

Na noite da quarta-feira, 28 de junho, por volta de 19h57, dois homens foram presos em Santa Cruz do Rio Pardo, acusados de roubo a um estabelecimento comercial na Rua Quintino Bocaiuva, além de porte de drogas.

Após serem informados da ocorrência, policiais do 31º Batalhão de Polícia Militar do Interior analisaram imagens de videomonitoramento apresentadas pela vítima e em diligências, localizaram e prenderam em flagrante o autor do crime e um comparsa que havia ocultado em sua residência o revólver calibre.22 utilizado no ato delituoso.

Segundo a vítima, por volta das 19h se encontravam em seu comércio quando foram surpreendidos por um indivíduo exibindo arma de fogo municiada. Após o anúncio do assalto este indivíduo subtraiu dinheiro e se evadiu para rumo ignorado, no entanto foi reconhecido como sendo um antigo funcionário do comércio.

Na sequência os proprietários se deslocaram até a base da polícia militar mais próxima, onde descreveram os fatos e autor do delito mostrando inclusive sua fotografia.

Depois de realizadas diligências os policiais militares abordaram os indiciados defronte a um bar, momento em que durante revista pessoal foram localizadas 10 porções de cocaína em poder de um deles, identificado por R.L.S., 21 anos. Ambos disseram que as drogas eram de propriedade de J. V. A.R.N., 19 anos.

Questionado sobre o roubo J. V. confessou informalmente aos policiais, indicando o local em que a arma de fogo estava escondida, embaixo do guarda-roupa de seu comparsa. No local indicado, sob autorização da genitora do acusado, foi encontrada a arma usada no crime municiada, além da mochila que J. V. usava durante o roubo.
O rapaz contou ainda que havia dispensado o capacete usado durante o delito, sendo este apreendido pelos policiais assim como seu aparelho celular.
Na Central de Polícia Judiciária de Ourinhos, as vítimas foram ouvidas por meio audiovisual, oportunidade em que detalharam os acontecimentos, ambas realizaram reconhecimento pessoal em sala própria, sendo reconhecidos com absoluta certeza como sendo o roubador, ainda de acordo com imagens da cena do crime que foram apresentadas pelas vítimas e anexadas nos autos.

Os indiciados permaneceram em silêncio. J. V. teve sua prisão comunicada à sua genitora Sílvia Helena, através do telefone e R. L. foi assistido por seu advogado. O dinheiro subtraído não foi localizado, o capacete a mochila utilizados foram apreendidos.

A dupla foi encaminhada para a cadeia pública de São Pedro do Turvo onde permanecerão à disposição da justiça.

Na ação, além da arma de fogo – revólver calibre .22 e das 10 porções de cocaína, celular, mochila e capacete, foram apreendidas 10 munições intactas .22 e 10 cartuchos deflagrados.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.