quinta, 18 de abril de 2024

Dona de bar em Chavantes, de 77 anos, é assaltada e presa no banheiro do estabelecimento

Após consumir algumas cervejas, o casal, armado com um simulacro de arma de fogo, rendeu a comerciante

 

Da redação

 

Na tarde da segunda-feira, 10, um casal foi preso acusado de assaltar um bar no centro da cidade de Chavantes. Eles adentraram ao estabelecimento por volta das 15h54, ingeriram algumas cervejas e depois, armados de um simulacro de arma de fogo, renderam a proprietária do bar.

Os policiais receberam informações através o Copom de uma ocorrência de roubo em estabelecimento comercial. Foi relatado que o casal adentrou o estabelecimento comercial, consumiu algumas cervejas e em seguida anunciaram o roubo em posse de uma arma.

Sob grave ameaça, a dupla rendeu a proprietária do bar, uma senhora de 77 anos, subtraíram seu cartão de crédito, bem como a obrigaram a fornecer a senha do mesmo. Em seguida pegaram seu aparelho celular e a fizeram desbloqueá-lo, trancando então a idosa no banheiro, fugindo do local.

Posteriormente a mulher conseguiu se soltar e pediu ajuda aos vizinhos, acionando a polícia. Em posse das informações e características do casal, a equipe saiu em diligências, encontrando os acusados nas imediações do distrito de Irapé.

De imediato eles confessaram o roubo. Em busca pessoal, com o homem foi encontrado 170,00, que ele contou ter conseguido em um posto de combustíveis, onde ele passou R$ 250,00 no cartão de crédito roubado, para pagar R$ 80,00 de despesa, ficando com o restante.

O cartão de crédito e o aparelho celular foram recuperados, sendo devolvidos para a vítima. O simulacro de arma de fogo também foi encontrado e ficou apreendido.

Os policiais encontraram ainda com o acusado, 15 cartões bancários e algumas folhas de cheque, que serão investigados para se descobrir a procedência.

A dupla foi presa em flagrante, encaminhados à Central de Polícia Judiciária de Ourinhos para o registro dos fatos. O homem foi transferido para a Cadeia Pública de São Pedro do Turvo e a mulher ficou detida na CPJ aguardando audiência de custódia.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.