domingo, 14 de abril de 2024

Ex-companheiro confessa ter matado Ellen Craveiro e sua filha em Jacarezinho

De forma dissimulada o criminoso acompanhou o sepultamento das vítimas

 

Marcília Estefani

 

Principal suspeito pela morte de Ellen Craveiro e seus dois filhos, Vinicius Gonçalves, 22 anos, pai do filho recém-nascido da vítima, foi preso no dia 25 de maio, após investigações o apontarem como o possível autor do crime que chocou a população de Jacarezinho e região. Após diversas contradições em seus depoimentos, o rapaz acabou por confessar a autoria de dois dos homicídios.

 

Vinicius Gonçalves, 22 anos, pai do filho recém-nascido da vítima

 

De acordo com entrevista concedida ao PortalJNN, a delegada responsável pelo caso, Caroline dos Santos Fernandes, relata que a princípio o suspeito negou a participação no crime, porém, na última terça-feira, 30 de maio, ele confessou dosi dos crimes e contou como teria acontecido o episódio infeliz.

“Ele alega que tudo começou com uma discussão com a Ellen, por ciúmes a princípio, ela jogou o bebê no chão, ele ficou louco com a atitude dela, foi pra cima, mas ela estava com uma faca, e nessa luta pra tirar a faca dela, ele passou a faca no pescoço dela (…) segundo o que ele fala o bebê teria morrido pela queda, a menina por asfixia e a mãe por uma faca no pescoço, esgojamento”, relata a advogada.

A doutora Caroline explica ainda que agora aguardam o laudo para especificar como foi a morte de cada um deles, principalmente o bebê, se foi em virtude da queda ou também por asfixia. “Mas eu acredito que sim, o indiciamento seja pelos três homicídios”, afirma.

 

Ellen e os filhos Ana Clara e Antony Gabriel

 

Vinicius foi preso após denúncias de que ele teria vendido objetos da residência de Ellen. Através de testemunhas, chegou-se a imagens de câmeras do local, onde efetivamente ele aparece vendendo o botijão de gás e entregando o celular para outra pessoa. Ele falava que estava bloqueado pela mulher, que não tinha contato com ela há uns 15 ou 20 dias e estava naquele dia em São Paulo, alegações que não correspondiam às imagens.

Ainda de acordo com informações de vizinhos, Ellen teria comentado que o rapaz duvidava da paternidade de Antony, e falava em fazer um exame de DNA.

Reportagem da Rede Massa mostram Vinicius Gonçalves durante o sepultamento das vítimas. Em entrevista à reportagem, ele disse que recebeu a notícia pela irmã de Ellen e esteve no local. Chorando, afirmou que seu desejo era “que tudo fosse resolvido logo”.

O CRIME – Os corpos das vítimas foram descobertos na cama da residência onde residiam, após vizinhos relatarem o mau cheiro emanado do local na tarde da segunda-feira, dia 22. Ao chegarem ao endereço, as autoridades depararam-se com a porta trancada. No interior do imóvel, Ellen, de 21 anos, os filhos Ana Clara, de 5 anos, e o pequeno Antony Gabriel, de 18 dias estavam sobre uma cama, cobertos por um cobertor, já em estado de composição. As mortes teriam acontecido ao menos a quatro dias.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.