sexta, 24 de maio de 2024

Jovem é assassinado com facada no coração

Da reportagem

O jovem administrador Rafael Marques de Souza, 24 anos, foi morto da madrugada de hoje, 25/4, por volta das 5h30, com um golpe de faca no coração desferido por Luan Gabriel dos Santos, 24 anos, em frente a uma lanchonete na Avenida Altino Arantes. Luan foi preso pela Polícia Militar em sua casa, no Jardim Eldorado e confessou ter matado Rafael e que não estava arrependido.

Nossa reportagem acompanhou o registro da prisão de Luan e entrevistou o PM Cabo Melo, um dos responsáveis pela prisão do assassino, e, inclusive, entrevistamos Danilo, um dos amigos de Rafael, que estava com ele na hora da facada. “Eu, o Rafael e mais outros amigos estávamos na frente da lanchonete e por volta das 2 hs ocorreu uma discussão na esquina de baixo. No momento Rafael até tentou separar, mas desistiu e voltou para perto da gente. Quando percebemos que o bar já iria fechar, isso por volta das 05h30, eles entraram no carro, eu estava de moto, e assim que o carro estava saindo encostou um moto taxi e o passageiro bateu no capo do carro dizendo que queria conversar. Neste momento, sem saber do que se tratava, Rafael desceu do carro, o passageiro desceu da moto e sem dizer nada tirou a faca da cintura e deu golpe no coração dele. Após a ação, ele saiu correndo e Rafael gritou: ‘espera, o que houve?’ sem perceber que havia levado um golpe de faca no peito. Vendo a situação, eu e os meus amigos que estavam dentro carro saímos correndo atrás do cara. E dentro do carro que Rafael disse: ‘nossa o cara me deu uma facada’”, detalhou Danilo, amigo de Rafael.

Os amigos de Rafael tentaram pegar o agressor, mas ele pulou o muro de algumas casas e conseguiu escapar, inclusive uma das casas teve a janela da sala danificada pelos amigos de Rafael.

De acordo com uma moradora, Luan alegou que estava ali porque umas pessoas queriam bater nele e até pediu para ligar para a Polícia.

Rafael, já se sentindo mal, foi levado para a UPA, onde chegou com vida, mas não resistiu e morreu por volta das 06h30.

Assim que o jovem deu entrada na UPA com ferimento provocado por faca, a Polícia Militar foi acionada e ainda pela madrugada o agressor não tinha sido identificado e localizado, porém, quando a guarnição do Sargento Miranda assumiu, o PM Cabo Melo recebeu informações privilegiadas sobre quem era o autor da facada.

“Assim que recebi as informações necessárias, comuniquei o Sargento e nos deslocamos até a casa do suposto autor, lá fomos atendidos pela mãe dele, que por sinal é uma senhora muito educada e autorizou nossa entrada em sua casa e lá nos deparamos com Luan em seu quarto, o mesmo já se sentiu incomodado com nossa presença, sendo necessário uso da força moderada para conduzi-lo à delegacia”, informou PM Cabo Melo.

Luan foi conduzido a Central de Polícia Judiciária onde, em depoimento, disse que matou e que não estava arrependido, em seguida foi levado para a Cadeia Pública de São Pedro do Turvo. A faca usada por Luan foi encontrada em seu quarto, sem manchas de sangue.

Vale ressaltar que Luan já foi preso por homicídio, matou seu tio e em seguida ateou fogo no corpo. Ele chegou a ser preso e condenado na época, mas, diante um laudo psiquiátrico, ganhou a liberdade.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.