segunda, 27 de maio de 2024

Menina de 12 anos desaparecida na cidade de Salto é encontrada em Ourinhos

Ela tinha sido vista pela última vez na noite de segunda-feira (5), quando disse ao pai que iria na casa de uma tia. Em Ourinhos ela foi encontrada em companhia de um homem

 

Da redação

 

Uma menina de 12 anos, moradora da cidade de Salto/SP, que estava desaparecida desde a noite da segunda-feira, 5/9, foi encontrada em Ourinhos em um carro abordado pela polícia, em companhia de um homem.

A garota e o homem foram levados à Central de Polícia Judiciária de Ourinhos, onde o caso foi registrado. Detalhes sobre o caso não foram disponibilizados para a imprensa, por envolver uma menor, mas, segundo informações da polícia, a menina estava bem quando foi encontrada.

 

 

O homem foi preso, acusado de sequestrar a menina e mantê-la em cárcere privado em uma kit net na cidade, além da acusação de estupro de vulnerável. A adolescente já voltou para casa em companhia dos pais.

 

ENTENDA O CASO – Segundo boletim de ocorrência de desaparecimento registrado pelos pais, a adolescente Eduarda Viana Moris, de 12 anos de idade, moradora da cidade de Salto/SP (cerca de 300Km de Ourinhos) saiu de sua casa por volta das 19h00 da segunda-feira, 5/9, para ir à casa de uma tia. O pai da menina a levou até a esquina e depois disto ela não foi mais vista.

 

Câmera de segurança registrou menina de 12 anos antes de desaparecer em Salto (SP) — Foto: TV TEM/Reprodução

 

A tia relatou que ela não chegou em sua casa. Imagens de uma câmera de segurança instaladas no Jardim Santo Inácio foram usadas para investigação da Polícia Civil. O registro mostra a menina caminhando, com uma mochila na mão, por volta das 19h de segunda. Ela estava de calça preta e moletom cor-de-rosa.

Testemunhas contaram à polícia que a menina foi vista entrando em um carro com placas de Ourinhos. A polícia militar de Ourinhos foi avisada e passou a fazer buscas, localizando o veículo na noite da quarta-feira, 7, bem como o acusado e a adolescente.

 

CARTA DE DESPEDIDA – Segundo informações do G1, a mãe disse que a menina ligou para o irmão e avisou que havia deixado um “presente” embaixo do travesseiro, onde foi em contrada uma carta de despedida.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, a mãe também soube, por meio da escola onde a filha estuda, que ela estava trocando mensagens pelo WhatsApp com um homem desconhecido e que, em junho, ela chegou a ser seguida em frente à escola.  A mãe afirmou que a garota nunca havia fugido de casa antes.

A mãe dela chegou a contar ao g1 que uma operação com cães farejadores chegou a ser marcada para sexta-feira (9), para refazer o trajeto da menina.

 

MÃE AGRADECE – Recado da mãe da Eduarda a todos que ajudaram a compartilhar os post`s e informações sobre o caso, assim como as autoridades competentes que colaboraram para que a menina fosse encontrada. (imagens: Polícia Militar de SP)

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.