sábado, 13 de abril de 2024

Moradores de Manduri são presos por furtarem mais de 550 Kg de laranjas em área rural de Santa Cruz

No total foram encontrados oito sacos de laranjas, com aproximadamente 70 quilos cada, avaliados em R$ 250,00 cada, totalizando um prejuízo de R$ 2.000,00 ao produtor

 

Da redação

 

Um casal de Manduri foi preso pela Polícia Militar, em flagrante, na noite da segunda-feira, 6/2, pelo furto de mais de 550 Kg de laranjas em uma área rural de Santa Cruz do Rio Pardo/SP.

Por volta das 21h18, vigilantes que prestam serviço de monitoramento para o grupo Agroterenas receberam uma denúncia de que um veículo Honda Civic de cor prata, quatro portas, com placas Mercosul, estaria em atitude suspeita próximo a entrada da fazenda Timoreio em Santa Cruz, e que o carro já tinha sido visto em outras três datas diferentes pela equipe de vigilância.

 

 

Ao se aproximarem do veículo, constataram que o mesmo estava trancado e estacionado sem nenhuma pessoa no interior e nas proximidades e que dentro do carro haviam quatro sacos de laranjas, além de um outro na lateral do veículo próximo ao pneu traseiro do lado direito.

A polícia militar de Espírito Santo do Turvo/SP foi acionada e se deslocaram para o local, onde através de buscas localizaram um rapaz que a princípio alegou ter emprestado o carro para um primo e que foi trazido pela sua convivente. Através de contato pelo celular com a esposa do rapaz, ela apareceu em seguida e confessou que ambos estavam realmente furtando as laranjas.

 

 

O rapaz ao ser abordado tentou reagir e foi contido pelos policiais. No total foram encontrados oito sacos de laranjas, com aproximadamente 70 quilos cada, avaliados em R$ 250,00 cada, totalizando um prejuízo de R$ 2.000,00 ao produtor.

Diante dos fatos, o casal foi preso em flagrante sendo encaminhados para a delegacia de Polícia de Ourinhos, onde ficaram à disposição da justiça. O carro foi recolhido para o pátio permissionário.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.