terça, 23 de abril de 2024

PMR realiza a maior apreensão de maconha na história da Polícia Rodoviária do Estado de São Paulo

Mais de 12 toneladas da droga estavam escondidas no meio a carga de sucata de papelão; veículo foi abordado na altura de Palmital

 

Da redação

 

A Polícia Militar Rodoviária apreendeu na tarde do domingo, 28 de maio, na Rodovia Raposo Tavares, SP 270, em Palmital, uma carreta que transportava mais de 12 toneladas e 100Kg de maconha. A apreensão é a maior do ano no estado e a maior da história, superando ocorrência registrada em Presidente Prudente no ano de 2021 com 12,1 toneladas. O veículo foi abordado na altura do quilômetro 413 da Rodovia Raposo Tavares.

 

 

Durante “Operação Impacto”, por volta das 17h30, a equipe TOR de Assis, em fiscalização pela praça de pedágio de Palmital, abordou o condutor do Volvo/FH380 placas de São Paulo, e devido a atitudes suspeitas foi realizada busca minuciosa no veículo, sendo localizado grande quantidade de tabletes de maconha na carga, acondicionados entre fardos de papelão prensado.

Questionado, o motorista, de 52 anos, contou que pegou a carga em Ponta Porã/PR e levaria até Mogi Mirim/SP. Pegou pelo valor do frete. Disse que desconhecia a existência da droga.

Segundo o Capitão Demétrio, às 11h30 desta segunda-feira, as equipes seguem realizando trabalho de rescaldo para verificar se não ficou nada para trás.

“Já ultrapassamos as 12.100Kg apreendidos em Presidente em outubro de 2021, e é a maior apreensão de drogas da história da Polícia Militar Rodoviárias do Estado de São Paulo, já foi apresentado 12.069Kg, e agora nós já retiramos mais de 50 tabletes do rescaldo dessa carga que está sendo realizado nesse momento, e continuamos com esse trabalho de rescaldo pra ver se não ficou nada para trás”.

A ocorrência foi encaminhada à CPJ de Assis/SP, onde o delegado de plantão ratificou a voz de prisão e elaborou Boletim de Ocorrência pelo crime de Tráfico de Drogas. O indiciado foi ouvido e encaminhado a Cadeia Pública de Lutécia, onde aguardará audiência de custódia.

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.