sábado, 20 de abril de 2024

Polícia Civil de Ourinhos prende em flagrante investigado por armazenar pornografia infantil

Perícias foram realizadas no local sendo confirmado grande quantidade de vídeos de crianças com cena explícita de sexo e nudez

 

Da redação

 

Policiais da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Ourinhos prenderam nesta quarta-feira, 11/10, indivíduo acusado de armazenar conteúdo pornográfico infantil em seus equipamentos eletrônicos.

A ação faz parte da Operação Querubim III, sendo que policiais civis da DDM de Ourinhos deram cumprimento a mandado de busca e apreensão decorrente de investigações relacionadas ao crime de pedofilia.

 

Mandado de busca e apreensão cumprido em Ourinhos

 

No local dos fatos foram realizadas perícias nos equipamentos eletrônicos como celulares, notebook e HD sendo confirmado que havia significativa quantidade de vídeos de crianças em cena explícita de sexo e nudez.

O material foi apreendido e um investigado foi preso em flagrante por infringir artigo 241-B do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

As informações são da Assessoria de Imprensa do Deinter 4 de Bauru. Não foi informado a identidade do acusado.

 

OPERAÇÃO QUERUBIM – Visando combater crimes contra crianças e adolescentes, além das outras modalidades criminosas, O DEINTER 4-Bauru, por intermédio de seu Diretor Dr. Ricardo Luiz de Paula Martines, está coordenando a realização da “Operação Querubim III” no período do dia 09 ao dia 11/10/2023 em suas seis Delegacias Seccionais (Bauru, Jaú, Lins, Marília, Ourinhos e Tupã), além da DEIC/D4, visando combate à exploração sexual infanto-juvenil e demais modalidades criminosas.

Assim, foram definidos 12 alvos em potencial a serem investigados na órbita dos municípios da área deste Departamento. Foram presos em flagrante três indivíduos, um por estupro de vulnerável e dois por armazenar material pornográfico infantil.

Em Jaú, na manhã desta quarta-feira, 11/10, em cumprimento a mandado de busca e apreensão, policiais civis da DDM/SIG/CIP Jau, estiveram na residência de um investigado, onde foram localizados equipamentos eletrônicos, CDs, DVDs e HDs contendo armazenados vídeos e fotos de pornografia de crianças/adolescentes.

 

Material apreendido em Jaú

 

Elaborado auto de prisão em flagrante o autuado pagou o valor da fiança criminal arbitrada e foi colocado em liberdade.

Em outros locais houve a apreensão de equipamentos para posterior investigação e perícia mais aprofundada, inclusive um caso na cidade de Penápolis, área do Deinter 10 – Araçatuba.

Os alvos da operação estavam sendo investigados há aproximadamente 1 mês, e foram identificados mediante ronda virtual, realizada por Policiais especializados, na rede mundial de computadores.

Os suspeitos armazenavam e em alguns casos compartilhavam arquivos de exploração sexual infantil obtidos na surface (internet mais superficial), na deep web, e na dark web.

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.