segunda, 15 de abril de 2024

Praça Melo Peixoto terá 3 dias de apresentações do Projeto “Caiu na Rede é Samba”

Financiado pelo Edital Raízes Cultura – PROEC/UNESP o projeto é coordenado pela professora se história Fabiana Lopes da Cunha

 

José Luiz Martins

 

Nos dias 6, 7 e 8 de dezembro acontece em Ourinhos o evento de encerramento do projeto Caiu Na Rede é Samba. Serão três dias com música e aprendizado do projeto iniciado em maio deste ano propondo a difusão de saberes e construção de identidades na área da Cultura Brasileira com ênfase no samba e em manifestações tradicionais.

Denominado I Grande Encontro do projeto Caiu Na Rede é Samba, o evento reunirá artistas e demais participantes sempre das 19 horas até às 22 horas na Praça Melo Peixoto.

No primeiro dia do evento, terça-feira 6 de dezembro, o show é em homenagem aos 80 anos de Paulinho da Viola e terá como principal convidada a cantora Eliane Faria, filha do homenageado. A apresentação terá ainda Osvaldinho da Cuíca, Carlinhos do Pandeiro de Ouro, o percussionista Marcos Esguleba e Willians Alexandre, entre outros músicos de Ourinhos e do Rio de Janeiro.

 

PreviousNext

 

Na quarta-feira, dia 7 de dezembro, o evento inicia com sarau e uma curta peça de teatro e debate falando da importância do Samba de Bumbo. Na sequência o show cortejo com grupos de Samba de Bumbo, o chamado samba rural paulista, uma manifestação de patrimônio imaterial do estado. São apresentações de grupos das cidades de Hortolândia, Santana de Parnaíba e do Movimento dramaturgia Rural de Ourinhos, dirigido por Weber Carvalho.

Movimento Dramatugia Rural Ourinhos

 

Dia 8, quinta-feira, terá a Batucada Resistência da UNESP e 25 componentes da Escola de Samba Unidos da Vila Maria e um debate sobre o trabalho comunitário e a importância do samba nas comunidades como a Vila Maria.

Batucada Resistencia

 

Financiado pelo Edital Raízes Cultura – PROEC/UNESP o projeto é coordenado pela professora de história Fabiana Lopes da Cunha, que reuniu um grupo de pesquisadores, docentes, artistas e discentes da graduação e pós-graduação. De acordo com Fabiana o interesse é divulgar e conectar pessoas ligadas ao universo do entretenimento e da Cultura Brasileira em todo território nacional.

Fabiana Lopes da Cunha Coordenadora do Caiu na Rede é Samba

 

“É um projeto que começou na pandemia com um grupo de pesquisadores, alunos, artistas, com a ideia de reuniões para estudar, debater sobre essas manifestações ligadas ao samba e a cultura brasileira. No final de 2020 teve o edital da UNESP da pró-reitoria de extensão, e conseguimos aprovar o projeto para poder realizar as atividades que nos propomos.”

Desde seu início o projeto contou com o apoio da FCTE/UNESP/Ourinhos, TV UNESP, Batucada Resistência, Grupo Dramaturgia Rural, Empgeo e Instituto OSNB (Orquestra Sinfônica Nacional Brasileira) promovendo vários workshops, oficina, lives e apresentações. No começo o projeto realizou quatro workshops de percussão, o primeiro que durou três dias foi sobre instrumentos de samba de mesa com Marcos Esguleba, músico que trabalha com Zeca Pagodinho e Paulinho da Viola.

O segundo workshop com Carlinhos Pandeiro de Ouro também durou três dias, os participantes puderam aprender vários tipos de toques do Pandeiro e um pouco a história do instrumento e da trajetória do artista no Brasil e no mundo. O terceiro foi sobre o samba de Bumbo Paulista com um estudioso e praticante que contou a história do Samba de Bumbo em Santana do Parnaíba e ensinou a confeccionar o instrumento.

Foi bem bacana, o último workshop foi com Marcos Esguleba em final de outubro e a ideia foi ensinar as pessoas a se aperfeiçoar nos instrumentos de percussão de escola de samba. Importante também no projeto foram algumas entrevistas com os artistas e convidados que estão disponíveis no YouTube com a história deles, com a trajetória profissional”, concluiu a coordenadora do projeto.

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.