quinta, 29 de fevereiro de 2024

A vacinação é uma das estratégias mais eficazes para preservar a saúde da população

No Brasil, o Programa Nacional de Imunização (PNI) oferece há 50 anos acesso gratuito a vacinas

 

Por Dr. Mário Ferreira, biólogo, farmacêutico bioquímico, especialista em laboratório clínico e MBA em gestão empresarial

 

 Olá, pessoal! O nosso assunto de hoje são as vacinas. O Brasil felizmente tem um dos melhores sistemas públicos de vacinação do mundo. A rede pública de saúde, o SUS, tem disponíveis vacinas para várias doenças, da poliomielite até a tuberculose, passando pelas hepatites. Enfim, quase todas as vacinas importantes do ponto de vista epidemiológico estão disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS).

No Brasil, o Programa Nacional de Imunização (PNI) oferece há 50 anos acesso gratuito a vacinas. Há 32 anos, as crianças estão livres da poliomielite no país, graças à vacinação oferecida pelo SUS.

 

Segundo Dr. Mário Ferreira, Além de prevenir doenças graves, a imunização contribui para reduzir a disseminação de agentes infecciosos na comunidade

 

A vacinação é uma das estratégias mais eficazes para preservar a saúde da população e salvar milhões de vidas todos os anos. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 3 milhões de vidas são salvas por ano no mundo por causa da imunização.

Além de prevenir doenças graves, a imunização contribui para reduzir a disseminação de agentes infecciosos na comunidade, protegendo aqueles que não podem ser vacinados por motivos de saúde.

Com relação a esse tema, eu gostaria de destacar uma vacina que entrou recentemente no rol de imunizantes disponíveis, que é a vacina para prevenir o HPV, o papilomavírus, um vírus de transmissão sexual que tem implicação importante no aparecimento do câncer de colo de útero, um câncer que infelizmente ainda vitimiza muitas mulheres no Brasil.

Essa vacinação precisa ser feita, de preferência, antes do início da vida sexual. Portanto, a pré-adolescência e a adolescência são os momentos ideais para a aplicação dessa vacina. É importante que todas as famílias conversem a respeito e protejam as meninas e os meninos desse vírus que tem uma participação importante no aparecimento do câncer de colo de útero.

Cuide-se e cuide de quem você ama! Vacine-se e leve seus filhos e filhas para serem vacinados de acordo com o calendário nacional de vacinação. Obrigado e até a próxima!

 

 

© 1990 - 2023 Jornal Negocião - Seu melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.